Situado a alguns metros do Central Park, uma das áreas mais valorizadas e movimentadas de Nova York, este apartamento de 120 m² tornou-se o lar ideal para seu jovem casal de brasileiros. Com espaços leves, ao aconchegantes e relaxantes, o projeto de interiores conduzido pelo arquiteto Nildo José privilegiou um design limpo e atemporal, criando um antídoto contra a vida caótica da metrópole.

"Defini uma linha de estilo puro e sem muitos excessos, mas pontuada com fortes referências à vida dos moradores e ao mundo do design", explica Nildo. A presença do branco, predominante tanto nas paredes quanto nos mobiliários, acentua o perfil minimalista do projeto e encontra seu contraponto nos objetos pessoais do casal, onde livros sobre moda, arquitetura e arte se combinam a peças de cerâmica e porcelana para garantir cor aos ambientes.

A identidade brasileira também marca presença. Do país de origem, os moradores trouxeram o tapete neutro para a sala e o quadro do artista baiano Juraci Dórea, que relembra as tradicionais ilustrações em cordel. Para o restante do mobiliário, garimpado durante as visitas de Nildo à cidade, o arquiteto privilegiou um sincretismo cultural em sintonia com o ambiente cosmopolita novaiorquino: "há um tempero brasileiro, americano, francês, italiano e escandinavo".

Na sala, destaque para o carrinho de chá de Alvar Aalto, da Artek, e a luminária de parede Serge Mouille. A cadeira HatTrickChair, do arquiteto Frank Gehry para a Knoll, encontrou seu espaço junto à poltrona New York de Sergio Bicego para a Saba Italia. Na segunda suíte, adaptada em escritório, o design italiano também dá tom ao ambiente com a poltrona marrom Hair Mini Papilio, da B&B Italia.

nildojose.com