Acolhedora como uma casa e primorosa como uma galeria de arte. Assim é a nova loja da Dpot, recém-inaugurada na avenida Gabriel Monteiro da Silva, 479, em São Paulo. Idealizado pelo arquiteto Isay Weinfeld, o projeto é composto por uma série de prismas regulares, justapostos e com pés-direitos variados, que abrigam peças do design brasileiro criadas por nomes como Sergio Rodrigues, Geraldo de Barros, Claudia Moreira Salles e Fernando Mendes. Erguida num lote de 1,5 mil m2, a construção permite que os visitantes transitem livremente entre interior e exterior, onde se destacam um lago e um jardim tropical exuberante criado pelo paisagista Rodrigo Oliveira.

Para integrar a loja ao viçoso jardim, Weinfeld optou por “rasgar” a parte inferior dos volumes e instalar uma faixa contínua de vidro em todo o perímetro do pavimento térreo. Na parte superior, os volumes cegos, revestidos por placas de cimento, parecem
pairar sobre os ambientes de estar. A sensação de leveza é reforçada pelo revestimento dos pilares metálicos com aço inox, estratégia de projeto que faz com que os elementos estruturais “desapareçam” no espaço devido à reflexibilidade do material.

A volumetria simples e a linguagem arquitetônica de traços retos e livres de exageros – à exceção da escada de curvas esculturais que leva ao primeiro mezanino – evidenciam os móveis, que compõem em cada canto salas de estar. “Adequada e elegante, a arquitetura de Isay não se sobrepõe ao que está exposto. Os móveis estão em sintonia e harmonia com a loja que, apesar de ser grande, é acolhedora e sem suntuosidade”, afirma a designer Baba Vacaro, diretora de conteúdo da Dpot. Outra característica elogiada por Baba no projeto é a leveza dos mezaninos, que parecem estar soltos no espaço pelo discreto recuo das paredes, revestidas por réguas de madeira cumaru, também presente no forro. 

Veja o projeto completo na edição de outubro da Bamboo, nas bancas.