Sala de leitura
A arquitetura neoclássica da casa serviu de inspiração para a sala de leitura da arquiteta Priscila Koch. O Rosa Quartzo e o Azul Serenity, cores do ano da Pantone, se destacam dos tons neutros. Cortinas e tapetes desenhados pela própria arquiteta compõem o ambiente, que também possui peças rústicas, como a mesa de tora de madeira do designer Juliano Guidi. Destaque, ainda, para a mistura do cobre com o dourado.
 
Sala de visitas
No projeto dos arquitetos Christina Lago e Gabriel Hering, o desenho contemporâneo se contrapõe a elementos clássicos como o piso e o forro preservados da construção original. Destaque no espaço para a obra de arte do catarinense Rodrigo de Haro e para o pendente Sky Garden, do designer
Marcel Wanders.
 
Sala dos Poemas Oswaldo Cabral
A arquiteta Juliana Pippi se inspirou na trajetória do ex-proprietário da casa, o médico e historiador Oswaldo Cabral, destacando a importância da antiga biblioteca. Neste espaço, a arquiteta propõe uma releitura do seu antigo uso e traz um pouco da atmosfera da década de 1960 para os dias de hoje. O estilo Art Déco aparece nos detalhes da composição. Foram restaurados o teto, que tinha um belo desenho original, e o piso com madeiras nobres da época.
 
Sala TVA2
Os tons terrosos e laranjas dos tijolos maciços e a forte presença dos veios de madeira no teto do porão, da construção original, ditaram a paleta de cores da Sala TVA2, de Alexandre Müller e Marcelo Wolschick. Como o ambiente tem uma metragem reduzida, 12 m2, surgiu a ideia de uma sala aconchegante e intimista para um casal relaxar, curtir um tempo juntos, ler, beber um vinho, assistir TV ou ouvir uma boa música. Partes desgastadas já existentes na obra, como a parede descascada e os veios de madeira, poderiam se tornar um impeditivo, mas ditaram o projeto, que tem uma pegada “destroyed”.
 
Stanza Della Donna 
Inspirado em Florença, o quarto feminino de 11 m2 apresenta detalhes clássicos. A cama personalizada, articulada e com iluminação própria é o ponto central
do ambiente e fica emoldurada pela penteadeira e pelo roupeiro. A mesa de apoio lateral, com desenho da própria arquiteta, será lançada na mostra e foi
inspirada num diamante solitário. Projeto de Francine Faraco. 
 
Suite Lovers
O quarto lança a linha de móveis de Laura Gransotto, que assina o projeto. Rose Quartz e Azul Serenity, eleitas pela Pantone como as cores do ano, são os tons principais. Juntas, elas evocam o equilíbrio entre o rosa acolhedor com o azul mais tranquilo. O rosa é o principal, aparecendo em painéis, tecidos da cama, estampas florais da cortina, tapete e decoração.  Já o azul, pontualmente, aparece em poltronas e almofadas e nos objetos de decoração.  
 
Toillet
A arquiteta Elaine Gerente e a designer de interiores Luiza Porto, do Estúdio UM, assumiram um desafio: remodelar o banheiro para o uso dos portadores de necessidades especiais. Partiram do recorte de alguns elementos pertencentes à construção original e harmonizaram com referências do estilo Art Déco. O projeto resgata o trabalho de marchetaria no piso, só que com uma diferença: a utilização do porcelanato, em vez da madeira. 
 
Um Jardim de Outrora
​Nos 350 m2 ​localizados entre uma árvore e a casa, ambos tombados pelo patrimônio histórico, um
jardim contemplativo faz o convite para uma pausa ​: conviver, ​relaxar e apreciar o jardim em meio aos sons da cidade. A ​marcação de uma circulação central​ permitiu criar espaços de estar com floreiras e bancos​. A vegetação escolhida para compor o espaço utiliza espécies frutíferas, ornamentais com diferentes tons de verde e rubro. Projeto da arquiteta Ana Trevisan.
 
Varanda do Historiador
A varanda foi pensada e executada pelos profissionais Rose Campos e Marco Antônio Medeiros, num espaço de 45 m2. Acabamentos na parede de bambu, com pintura automotiva e desenho exclusivo, destacam-se na fachada. Vasos simétricos trazem a vegetação que toda varanda necessita.
 
Vinho & Prosa
Cris Passing e Giovane Marangoni fizeram um ambiente para um bom papo e aquele vinho preferido. Um eixo linear une os três espaços deste ambiente, sendo o primeiro um lounge para uma degustação de vinho mais íntima e confortável. No eixo linear entre os três espaços, bancos com mesas para acomodar um número maior de pessoas, e por último, uma grande adega, com um espaço bem reservado para duas pessoas.